Animação na Terceira Idade

Muitos idosos sentem-se incapazes de fazer algo que lhes seja proposto, pois para eles o facto de irem para um Lar está associado à ideia de “deixar passar o tempo” e, de facto, em alguns casos são “deixados” nas instituições pelas famílias, reforçando ainda mais a convicção que os idosos têm de que estão sozinhos, abandonados e desamparados.

A maioria dos idosos constitui um grupo social de risco, dada a precariedade das suas condições económicas e a impossibilidade de acederem a bens e serviços considerados fundamentais. A realização de atividades promovidas com e para os utentes visa proporcionar uma vida mais ativa e mais criativa, apostando em iniciativas que promovam o envelhecimento ativo, sendo o Plano de Atividades de Desenvolvimento Pessoal (PADP) um importante instrumento orientador da ação a executar ao longo do ano, em ambas as respostas sociais da Fundação-Lar.

A animação de idosos começa no respeito dos mais elementares dos direitos dos Utentes, como sejam o direito à escolha, à privacidade, à integração e à participação ativa nos pormenores da sua vida. A qualidade de vida do idoso depende destes fatores, assim como de um acompanhamento adequado, cuidado e eficiente por parte de todos, desde os responsáveis pela instituição aos trabalhadores e colaboradores da mesma.

Na organização e planificação mensal das atividades para a população-alvo, é fundamental que os idosos se sintam motivados para participar nessas atividades, tornando-se pertinente que as mesmas devam estar de acordo com os gostos, capacidades, necessidades e expectativas de cada idoso para evitar que ocorram situações de comparação com o fracasso. Deve ser a atividade a adaptar-se ao idoso, não o contrário.

Com o desenvolvimento das atividades pretende-se:

  • Aumentar a autoestima dos nossos idosos e difundir uma imagem positiva das mesmas, promovendo a valorização pessoal e social;
  • Reforçar as identidades culturais e o convívio intergeracional;
  • Aumentar os períodos de distração, promovendo a socialização;
  • Desenvolver a destreza física e mental do idoso;
  • Prevenir a desorientação no tempo e no espaço;
  • Promover hábitos de vida saudável;
  • Contribuir para o enriquecimento cultural do idoso.

Diferentes formas de animação

Animação física e motora

Animação cognitiva

Animação através da expressão plástica

Animação através da comunicação

Animação associada ao desenvolvimento pessoal e social

Atividades genéricas periódicas

Durante o ano são desenvolvidas, nas Respostas Sociais de Lar e de Centro de Dia, várias atividades com o objetivo de dinamizar e comemorar as diferentes épocas festivas institucionais, religiosas e nacionais, assim como os aniversários dos nossos Utentes, envolvendo a instituição e os familiares.

Programa Semanal

2.ª feira

Das 11:00 às 11:45
Atividades físico-motoras:
Tai-Chi-Chuan
Das 15:00 às 15:45
Estimulação cognitiva:
Jogo do Bingo

3.ª feira

Das 10:30 às 11:30
Atividades físico-motoras:
Caminhadas no Bairro Passeios de meio-dia
Das 14:30 às 15:30
Atividades artísticas:
Tarde de Baile

4.ª feira

Das 10:30 às 11:30
Ensaio do Grupo Coral

Das 14:30 às 15:45
Atividades de desenvolvimento pessoal e social:
Dinâmicas de grupo

5.ª feira

Das 11:00 às 11:45
Atividades físico-motoras:
Dançaterapia
Das 15:00 às 16:00
Atividades cognitivas:
Terapia ocupacional
Das 17:00 às 18:00
Atividades artísticas:
Escrita criativa

6.ª feira

Das 09:30 às 16:30
Atividades físico-motoras:
Passeio de dia inteiro
Das 14:30 às 15:45
Atividades lúdicas:
Momentos de convívio

143visitas total,3visitas hoje