Animação na Terceira Idade

A maioria dos idosos constitui um grupo social de risco, dada a precariedade das suas condições económicas e a impossibilidade de acederem a bens e serviços considerados fundamentais. A realização de atividades promovidas com e para os utentes visa proporcionar uma vida mais ativa e mais criativa, apostando em iniciativas que promovam o envelhecimento ativo, sendo o Plano de Atividades de Desenvolvimento Pessoal (PADP) um importante instrumento orientador da ação a executar ao longo do ano, em ambas as respostas sociais da Fundação.

Na organização e planificação mensal das atividades para a população-alvo, é fundamental que os idosos se sintam motivados para participar nessas atividades, tornando-se pertinente que as mesmas devam estar de acordo com os gostos, capacidades, necessidades e expectativas de cada idoso para evitar que ocorram situações de comparação com o fracasso. Deve ser a atividade a adaptar-se ao idoso e não o contrário.

A animação destinada a idosos deve ter como objetivo ajudar o idoso a encarar o seu envelhecimento como um processo natural de forma positiva e adequada e a reconhecer a necessidade de manutenção das atividades físicas e mentais.

Diferentes formas de animação

Animação Lúdico-Desportiva

Animação cognitiva

Animação através da expressão plástica

Animação através da comunicação

Animação associada ao desenvolvimento pessoal e social

Atividades genéricas periódicas

Durante o ano são desenvolvidas, nas Respostas Sociais de Lar e de Centro de Dia, várias atividades com o objetivo de dinamizar e comemorar as diferentes épocas festivas institucionais, religiosas e nacionais, assim como os aniversários dos nossos Utentes, envolvendo a instituição e os familiares.

Programa Semanal

(devido à situação pandémica, a programação das atividades semanais é flexível, tendo em consideração as orientações e determinações emanadas pela DGS)

Desculpe, nenhum post corresponde aos seus critérios.

1782visitas total,2visitas hoje