Participação no 131.º aniversário da APEC

A Fundação esteve presente na comemoração dos 131 da Associação Promotora do Ensino dos Cegos. Para assinalar a data a APEC organizou uma exposição intitulada “Árvore da Vida”, criada pela evALLuation.

A Associação Promotora do Ensino dos Cegos é uma Instituição Particular de Solidariedade Social fundada em Lisboa. No dia 12 de março de 1888, a Associação Promotora do Ensino dos Cegos inaugurou a sua primeira escola – situada em Pedrouços, a qual viria posteriormente a transformar-se no Instituto António Feliciano de Castilho que foi em Portugal, a primeira Escola Para Cegos e representou o principal propósito de criação da instituição.

A Escola foi instalada num edifício próprio em Campo de Ourique em 1912, ano em que adotou a denominação de “Asilo-Escola” e tomou por patrono António Feliciano de Castilho. Esta adoção deveu-se ao facto de que, mais de 15 anos antes, no “Jornal dos Cegos”, tinha sido feita uma sugestão, segundo a qual o nome daquele escritor português, ele também cego, deveria ser dado a um estabelecimento de educação para estes deficientes.

No dia da comemoração, um grupo de invisuais da Fundação visitou a exposição “Árvore da Vida”, na qual experienciaram tocar, cheirar, ouvir e provar os diferentes grupos de seres vivos representados nos diferentes ramos da árvore da vida, dispostos segundo uma filogenia cientificamente correta.

488visitas total,1visitas hoje